Redução De Impostos No Brasil

Redução de Impostos no Brasil – como funciona?

Nosso país tem a fama de ser um dos países que têm os mais elevados impostos no mundo! De acordo com o Impostômetro, organizado pela Associação Comercial de São Paulo, o brasileiro passa o que equivale aos 5 primeiros meses do ano trabalhando apenas para pagar impostos, um número assustador. Por isso, cada vez mais o debate em torno da Redução de Impostos no Brasil se torna inadiável.

As três esferas de poder precisam da arrecadação. Elas também são as responsáveis por apresentar o projeto e aprovar a reforma tributária. Há cerca de 20 anos, as propostas são apresentadas e poucas coisas avançam pelo Congresso, mas afinal, o que realmente significaria essa redução?

A importância dos Impostos

Os impostos são muito importantes para o funcionamento do Estado. Eles são necessários para a manutenção da máquina pública, contribuindo para o bom funcionamento da saúde, educação, segurança, entre outros serviços.

A prática da cobrança de impostos é mais antiga do que se pensa, e o cidadão contribui com o governo e desfruta das melhorias que foram gerenciadas pelo próprio Estado. Ainda que grande parcela da população, senão a sua totalidade, não goste de pagar impostos, estes são de total importância para o bom andamento de uma sociedade.

No Brasil, temos cerca de 90 tipos diferentes de impostos, que variam entre municipais, estaduais e federais. Dentre esses impostos, podemos destacar os mais conhecidos:

  • Imposto de Renda, que pode ser de pessoa física ou jurídica;
  • ICMS, que é o imposto cobrado sobre a circulação de mercadorias e serviços;
  • ISS, que é o imposto cobrado sobre serviços, trata-se de um imposto arrecadado pelos municípios;

Entendendo a Redução de Impostos no Brasil

A redução de impostos no Brasil, como o nome sugere, não prega o fim do recolhimento, mas sim uma reforma em sua estrutura.

Uma das bases dessa proposta é a reorganização de quanto o cidadão recebe, para quanto ele deve contribuir. Esse aspecto polêmico é um dos grandes responsáveis pelo qual essa reforma ainda não foi efetivada, afinal, quem recebe mais não está disposto a pagar valores maiores.

Ao longo dos anos, alguns pontos já foram validados, o Simples Nacional é um exemplo disso, pois o contribuinte que está cadastrado paga apenas um valor referente aos tributos de âmbito municipal, estadual e federal. É um ponto da reforma, mas que já traz benefícios para o microempreendedor.

A alíquota é um dos impasses da Redução de Impostos no Brasil, o projeto da reforma sugere uma unificação, mas o que se teve de avanço foi na mudança do momento da cobrança, que aos poucos passará a acontecer em seu destino e não mais na origem.

Existem alguns projetos em tramitação que visam a redução de impostos de produtos específicos, como o de games, por exemplo, além de outros itens.

E agora? Existe alguma forma de reduzir o que é pago de imposto?

Sim. É necessário realizar uma revisão tributária, algo que é feito com a presença de um contador especializado em atender negócios do seu setor. Dessa forma, o profissional contábil fará uma análise de tudo que já foi pago pela empresa com impostos.

A partir daí, existem diversas possibilidades a serem exploradas. Uma delas é a recuperação de crédito tributário, que pode ser aplicável para o seu negócio. Outra possibilidade é uma adequação tributária, que acontece com base na escolha de um regime tributário mais adequado à realidade do seu negócio, desde que certos requisitos sejam atendidos.

Ou seja: é possível até recuperar o que já foi pago a mais de impostos e transformar isso em créditos para serem utilizados no pagamento de impostos futuros.

Sobre o futuro, a visão do próprio Senado é de que a Redução de Impostos no Brasil será benéfica tanto para os contribuintes, quanto para o governo. Isso seria possível porque o cidadão contribuiria com valores mais justos, o que gera motivos para aumentar o seu consumo, dessa forma, com mais dinheiro circulando, mais pessoas comprando, mais empresas produzindo e vendendo, por fim, mais brasileiros empregados.

Tem dúvidas sobre o assunto? Deseja realizar uma revisão tributária no seu negócio? Conte com a Ápice! Nós podemos te ajudar com a recuperação de crédito tributário e adequações nas suas finanças.

Leia mais sobre revisão tributária e recuperação de créditos.

Sucesso e até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *