Tributação De Supermercados

Como funciona a tributação de supermercados?

Um supermercado pode ser um negócio extremamente lucrativo, no entanto, a maioria das pessoas que querem empreender nesse setor têm dúvidas quanto à tributação para esse tipo de negócio. Se você está pretendendo montar um supermercado, mas não sabe como funciona essa parte de tributos, confira o que separamos para você aqui.

Essa dúvida não é só sua, mas de todas aquelas pessoas que estão pensando em investir nesse negócio e querem saber se podem se planejar para arcarem com os impostos que devem ser pagos.

Então, confira nossa explicação a seguir!

Como funciona a tributação de supermercados

A primeira coisa que você deve saber são os tipos de regimes tributários existentes e disponíveis para um supermercado.

É comum que você não saiba por enquanto, mas se quer trabalhar no varejo, precisa entender muito bem sobre regimes tributários e logo você entenderá por quê.

Três tipos de regimes tributários

Existem três tipos de regimes tributários diferentes, sendo eles:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Presumido;
  • Lucro Real.

Vamos dar uma olhada em cada um deles separadamente para que você possa entender melhor como funcionam.

Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime tributário utilizado para pequenos empreendedores, portanto, se você optasse por esse regime, seu supermercado não seria daqueles muito grandes.

Seu faturamento deveria ser de até 4,8 milhões de reais ao ano, o que te dá uma média mensal de 400 mil reais. O Simples Nacional apresenta ao empreendedor uma grande vantagem, que é uma facilitação da burocracia e ainda pode reduzir sua carga tributária, permitindo que você economize com os impostos.

Lucro Presumido

Para você, que quer saber como funciona a tributação de supermercados, é interessante conhecer o Lucro Presumido. Isso porque esse regime tributário tem um limite de faturamento um pouco maior do que o Simples Nacional.

O faturamento desse regime tributário pode chegar até setenta e oito milhões de reais, portanto, você já fica mais à vontade para montar um supermercado que atenda um público mais geral.

Lucro Real

O lucro real é o tipo de regime tributário feito para o empreendedor que quer montar um supermercado grande, de repente uma franquia.

Isso porque ele não tem um limite de faturamento, o que deixa o empreendedor livre para pagar um valor diferente de impostos periodicamente, visto que o seu negócio pode ter ou não picos de faturamento.

Análise Tributária

Independentemente do regime tributário que você escolher, é sempre bom poder contar com um serviço profissional de contabilidade, porque somente um profissional no assunto saberá como reduzir sua carga tributária.

Muita gente não conhece seus direitos, mas os empreendedores pagam impostos que não são obrigatórios a eles. Mas, para deixar de pagá-los é preciso saber o que alegar à Receita Federal, e isso, somente um contador poderá fazer por você.

Agora você já sabe como funciona a tributação de supermercados. Corra atrás de seus direitos e boa sorte com seu empreendimento!

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Ápice!

Sucesso e até a próxima.

Esse post tem um comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *